Notícias

Afinal, o que é o tal do Programa de Bolsas de Iniciação Científica?


10
fevereiro 2017

Você é aquele cara curioso (a), investigativo e que gosta de saber o porquê das coisas? Além disso, tem talento para desenvolver qualquer atividade relacionada à ciência? Se a resposta é sim, essa é pra você.  Se você é aluno (a) de qualquer curso de Graduação e gosta muito de um tema específico, uma área do conhecimento, e quer estudar a fundo mais sobre o assunto, na Iniciação Científica isso é possível.

Qual é o perfil que quem faz a IC?

O aluno deve ser ter dedicação, vontade e muita determinação nos estudos (o que consequentemente leva ao bom desempenho acadêmico). Trata-se de um ciclo de dedicação e aprendizado. Para o desenvolvimento do projeto, faz-se necessária uma dedicação significativa de horas semanais ao trabalho de pesquisa, pois, como dito, a determinação é uma das qualidades do perfil do pesquisador, assim sendo, o cuidado e a persistência em busca de soluções são essenciais durante o processo. Por esses motivos, também, uma das exigências para o recebimento das bolsas é que o estudante não possua vínculo empregatício e/ou não receba qualquer tipo de salário/remuneração.

 

Qual é a duração e o valor da Bolsa de IC?

A bolsa possui a duração de 12 meses, podendo ser renovada.
Para bolsistas do PIBIC/CNPq, é depositado na conta do beneficiário o valor de R$ 400,00 mensais. Já para bolsistas PIBIC/Cruzeiro do Sul, o beneficiário obtém um desconto de R$ 350,00 nas mensalidades do curso de Graduação.
Ah! Os bolsistas devem cumprir uma carga horária mínima de 20 horas semanais, a fim da realização do projeto de pesquisa.

 

 

Quais tipos de Bolsa de Iniciação Científica a Cruzeiro do Sul oferece?

PIBIC/CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).
Clique aqui para mais informações.

PIBIC/Cruzeiro do Sul.
Você encontra mais informações aqui, no Manual da Iniciação Científica.

Bolsa de Iniciação Científica da FAPESP.
Nesta modalidade de bolsa o orientador (professor doutor) solicita à FAPESP a bolsa de estudo para o aluno (R$ 643,20 mensais). Além disso, parte da pesquisa pode ser desenvolvida no exterior por meio do Programa de Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE). Clique aqui para mais informações.

 

Gostei! Quero fazer Iniciação Científica. Por onde eu começo?

Pense no que você gosta e escolha um tema para desenvolver o seus estudos e se aprofundar;

Decidiu? Agora, você precisa escolher um professor orientador (que tenha o título de doutor, preferencialmente vinculados aos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado), podendo ser mestre desde que comprovada sua experiência em pesquisa) que vai acompanhar o seu desenvolvimento ao longo da investigação do tema;

Faça a sua inscrição no Curso Preparatório Obrigatório, que será realizado no dia 11/03/2017;

Orientador escolhido? Hora de marcar reunião para elaborar o Projeto de Pesquisa;

Hora de enviar seu Projeto de Pesquisa à Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa no período de 13 a 31/03/2017, via internet, e aguardar o resultado – se seu Projeto de Pesquisa foi aprovado ou não.

 

 

Vamos, então, repassar quais são (os muitos) benefícios da Iniciação Científica? Olha só quanta coisa boa ela traz pra você:

• Te dá uma formação diferenciada e te ensina a ter mais desenvoltura pra enfrentar desafios, já que você irá lidar e driblar situações inesperadas;

• Proporciona trocar experiências com o professor – que às vezes não acontece em sala de aula. Você pode “sugar” ainda mais o conhecimento do mestre ou doutor e aprender como aplicar isso em seu dia a dia;

• Te dá mais maturidade, responsabilidade, segurança para apresentar projetos e falar em público, além de comprometimento com resultados;

• Há possibilidade de participação em Congressos no Brasil e no Exterior, além da publicação de seu trabalho em revistas cientificas.

 

Acesse aqui o Edital do Programa de Iniciação Científica 2017.

 

Palavra da Pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa da Cruzeiro do Sul:

profa_tania “A atividade científica enriquece o currículo do estudante, melhora sua formação acadêmica e aumenta sua inserção no mercado de trabalho. A prática também possibilita a integração das atividades de ensino e pesquisa da universidade e a formação de profissionais mais críticos e mais bem preparados para os desafios do mundo globalizado.”
Profa. Dra. Tania Cristina Pithon Curi.

Ainda restou alguma dúvida? Tem problema, não! É só enviar um email pra pos@cruzeirodosul.edu.br ou ligar (11) 2037-5805 (falar com Emerson)

 

E aí? Bora fazer Iniciação Científica?