Notícias

Curso de Jornalismo da Cruzeiro do Sul é nota MÁXIMA na avaliação do MEC


04
Abril 2019

O curso de Jornalismo da Universidade Cruzeiro do Sul, campus Liberdade, é nota máxima* – nota 5 – na avaliação do MEC. A avaliação do Ministério, conforme pontuou a coordenadora do curso, Profa. Dra. Regina Tavares, é um mecanismo governamental de controle da qualidade dos cursos superiores oferecidos para a sociedade e avalia os cursos atribuindo a eles uma nota que vai de 0 a 5.

Para a professora, o reconhecimento coloca o curso de Jornalismo da Cruzeiro entre os melhores do país. “O reconhecimento e avaliação do curso pela Comissão do Ministério da Educação é um processo de extrema importância. Para nós, esta avaliação representa a confirmação de que nosso curso está entre os melhores cursos de Jornalismo do país. É o reconhecimento de um trabalho de muitos anos – os últimos 4 –, embora nossa experiência acumulada na oferta do curso de Jornalismo tenha mais de 20 anos”, comentou.

A docente destacou que o resultado ratifica o projeto e a dedicação da equipe que forma o curso, entre docentes, discentes, funcionários e estagiários, além de todo o restante da Instituição, que direta ou indiretamente os auxilia nesse desafio. “Temos consciência que estamos entre uma elite de cursos que têm projeto e luta para entregar bons profissionais para a sociedade. É muita responsabilidade e pretendemos continuar assim, lutando pela nota máxima nas próximas avaliações”, afirmou.

Apesar de esperar uma boa avaliação, devido a todo o trabalho desenvolvido no curso, a professora destacou que a nota foi uma surpresa. “Esperávamos uma boa avaliação, mas o processo é muito criterioso e nunca conseguimos conquistar essa nota. Portanto foi uma surpresa para todos da instituição, mas temos consciência que nosso compromisso, competência e responsabilidade com os alunos e a sociedade foram determinantes”, asseverou.

 

Diferenciais do curso da Cruzeiro do Sul

A Profa. Dra. Regina Tavares destacou alguns dos diversos diferenciais do curso, que, em sua opinião, foram preponderantes para o reconhecimento máximo junto ao Ministério da Educação. Dentre eles, a professora pontuou:

  • PPC intimamente ligado ao Projeto Institucional (PPI) da Cruzeiro do Sul, o que significa que muitas metodologias são construções coletivas de docentes, Pró-Reitoria e toda a Universidade;
  • Engajamento na Instituição, com participação em eventos institucionais e ações com as comunidades internas e externas;
  • Projeto interdisciplinar semestral que articula reflexão e prática jornalística;
  • Corpo docente altamente qualificado, que reconhece o projeto pedagógico e tem identidade com os objetivos do curso;
  • Projeto consistente do curso, solidez percebida e compreendida pelos alunos;
  • Participação democrática e te protagonismo dos estudantes no projeto e em contribuições do curso;
  • Biblioteca com completo acervo de reflexões teóricas do Jornalismo e da Comunicação;
  • Laboratórios de informática tecnológicos e equipados para apoio aos trabalhos laborais;
  • Núcleo de Comunicação, que concentra os estúdios para a produção jornalística de TV, Rádio, multimídia e de internet;

 

E muito mais…

 

Futuro do curso

A professora destacou que a nota traz muita alegria, mas puxa ainda mais a responsabilidade para o desenvolvimento de muito trabalho nos próximos anos. “Vamos seguir em frente nosso projeto de ser o melhor curso de Jornalismo para nossos alunos. Formar cidadãos honestos, dignos, éticos e competentes para enfrentar os desafios da comunicação, que não são poucos”, finalizou.

 

*Reconhecimento conforme relatório de avaliação constante no e-MEC.