Notícias

Egresso de Fisioterapia está de malas prontas. Destino: Canadá.


22
Abril 2019

Quem está de malas prontas com destino ao Canadá é o Juliano Viudes, egresso do curso de Fisioterapia. Ele concluiu a graduação em 2009 e, depois, fez três pós-graduações: se especializou em Fisioterapia do Trabalho em 2011, em Ergonomia em 2013 e em Sistema de Gestão Integrado em Qualidade, Meio Ambiente, Segurança e Saúde no Trabalho e Responsabilidade Social em 2018.

Isso tudo foi suficiente para o Juliano? Claro que não! Hoje, passados 10 anos de experiência na profissão, o egresso realizará o sonho de estudar no exterior, mais exatamente na Mohawk College, universidade pública localizada próximo a Toronto. “Eu sempre sonhei em um dia poder morar fora do país, ter uma experiência diferente em minha vida pessoal e também profissional”, afirma.

Após escolher o Canadá por ser uma país referência em ensino, Juliano está bem confiante com o que virá pela frente.

“Como eu desejo estar mais presente no mercado de trabalho, decidi fazer o curso Occupational Therapy and Physical Therapy Assistant, que tem duração de 2 anos e é uma graduação, como um bacharelado. O Assistente de Fisioterapia e Terapia Ocupacional atua sob a supervisão do Fisioterapeuta ou Terapeuta Ocupacional.  Este será meu primeiro passo lá. Ao finalizar o curso pretendo trabalhar por um tempo como assistente (cerca de 1 ano), e depois cursar o mestrado em Fisioterapia (Master Science), quando estiver mais fluente na língua”.

As universidades públicas no exterior dão direito ao estudante internacional de se candidatar a um  programa chamado Post Graduation Work Permit (PGWP), um programa após a conclusão da graduação, que permite trabalhar legalmente no país pelo tempo que estudou. “Cursos como o que farei, que possuem duração de 2 anos podem ter uma expansão por até 3 anos de trabalho legal no país. E tendo no mínimo 1 ano de trabalho nesta profissão regulamentada, que é enquadrada na classificação de NOC B, posso solicitar minha imigração. Na verdade, minha intenção é de ficar no país – terei 2 anos de estudo e mais 2 a 3 anos de trabalho, assim consigo aplicar para a imigração pelo processo Express Entry – Canadian Experience Class, que é a experiência acadêmica”, comenta Juliano.

Juliano está super animado com essa experiência. Há mais de dois anos ele planeja esta viagem e, para alcançar este objetivo, teve que economizar. “Tive que cortar totalmente meus gastos com roupas, presentes, passeios, barzinhos, enfim, minha vida social ficou bem mais chata e restrita, rsrs”.

 Sobre os estudos na Cruzeiro do Sul, Juliano conta que foi uma experiência incrível!

Não há como descrever em poucas palavras toda minha trajetória em sala de aula e durante a supervisão nos estágios e monitorias, mas uma coisa que posso garantir é que a Cruzeiro do Sul é uma instituição de qualidade em ensino, que superou minhas expectativas e me tornou o profissional que sou hoje, não apenas para saber aplicar diferentes técnicas de tratamento, mas acima de tudo com respeito pelo próximo e ética”.

Juliano, desejamos muita sorte e sucesso para você.

Estamos na torcida 😉