Notícias

Mercado de Trabalho para mulheres: onde elas estão mais satisfeitas e são mais bem pagas?


10
julho 2018

O mercado de trabalho para mulheres vem se transformando com o passar dos anos. Agora não é apenas o salário que atrai profissionais para uma empresa. Ambiente de trabalho, qualidade de vida e clima organizacional são fatores que têm influenciado muito mais que a remuneração. Com maior inserção em setores tipicamente masculinos, as mulheres estão em busca de melhor qualidade de vida e mais preocupadas com a cultura da empresa onde trabalham.

O site Love Mondays, que recebe depoimentos e avaliações de funcionários de mais 70 mil empresas no Brasil, fez uma pesquisa sobre remuneração e satisfação com mais de 10 mil mulheres brasileiras em cada setor. O estudo comprova: a maioria das mulheres está interessada mesmo é em trabalhar feliz e revela quais são os 10 melhores setores para as mulheres no Brasil.

Descubra a seguir quais são as áreas de trabalho onde as mulheres trabalham mais felizes no País e quais são os fatores que mais atraem elas para um emprego!

10 melhores setores do Mercado de Trabalho para mulheres no Brasil

De acordo com o levantamento da Love Mondays, os setores nos quais as mulheres brasileiras preferem trabalhar, em ordem de preferência, são:

Fonte: Love Mondays

As notas seguem escala de 1 a 5, sendo que 5 representa ‘muito satisfeitas’.

Quantas notícias saíram na mídia sobre pessoas que trabalharam por anos na mesma empresa e resolveram largar tudo e dar uma volta ao mundo? Quantas pessoas também pediram demissão do emprego para perseguir um sonho em uma área completamente diferente?

O crescimento econômico do País na última década foi o grande determinante para a mudança nos modelos de trabalho atuais. Embora o Brasil esteja passando por uma desaceleração econômica, a situação favorável do País nos últimos anos permitiu que os trabalhadores dessem mais atenção a outros fatores importantes além do salário no fim do mês. Com isso, o ambiente de trabalho, as oportunidades na carreira, os colegas, os benefícios e o senso de contribuição social passaram a ter um peso maior na hora de procurar um emprego ou aceitar uma oferta.

Tudo isso é resultado de um mercado de trabalho em plena mudança, que passou a valorizar mais suas colaboradoras e entendeu que, muito mais que um bom salário, é preciso oferecer um ambiente agradável para se trabalhar!