Notícias

Programa Interdisciplinar em Ciência da Saúde participa de congresso na Polônia


23
setembro 2019

Entre  5 e 11 de julho de 2019, as docentes Profa. Dra. Laureane Nunes Masi e Profa. Dra. Renata Gorjão e a aluna Laiane Cristina dos Santos de Oliveira, do Programa Interdisciplinar em Ciência da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul, participaram do 44th FEBS: From Molecules to Living Systems, congresso promovido pela Federação Europeia de Bioquímica com o objetivo de promover o diálogo sobre ciência e dinâmica na vida molecular. Este ano, o Congresso foi realizado na Cracóvia, Polônia.

“Além de ser um evento muito importante, com pesquisadores de diversos países, o congresso trouxe muitos conceitos e técnicas atuais, palestras sobre a descrição do papel de novos genes em diferentes modelos, seja experimental ou em seres humanos”, contou a Profa. Dra. Renata Gorjão, que apresentou um pôster da aluna de doutorado Maria Elizabete sobre o efeito do exercício moderado em mulheres diabéticas e a função do exercício na regulação do sistema imunológico e, consequentemente, em sua melhora.

A Profa. Dra. Laureane Nunes Masi apresentou um projeto desenvolvido na Austrália e financiado pela FAPESP, no qual aborda a memória metabólica da medula óssea frente a um estimulo de endotoxemia — lps envolvendo componentes epigenéticos.

Laiane de Oliveira, aluna de doutorado do Programa Interdisciplinar em Ciências da Saúde, apresentou seu trabalho Perfil temporal de linfócitos em pacientes durante a sepse e no decorrer de um ano após o quadro clínico. “Essa condição é conhecida popularmente como “infecção generalizada” e é responsável por muitos óbitos nas UTIs do Brasil. No entanto, alguns estudos nos mostram que pessoas que sobrevivem à doença podem morrer nos anos seguintes, mesmo após se recuperarem, e não se sabe ao certo o que provoca essa finalidade. Por esse motivo, a ideia do estudo é avaliar alguns fatores relacionados ao sistema de defesa de indivíduos com sepse e que sobrevivam no decorrer de ano após a doença, para verificar se há alterações neste sistema”, explicou Laiane.